Contratos prevêem R$ 8,1 mi em saneamento

F oram assinados na tarde de ontem, no gabinete do prefeito, contratos para investimentos — que totalizaram o valor de R$ 8,1 milhões — em seis obras de esgotamento sanitário e de combate às perdas nos sistemas de abastecimento de cinco cidades das Bacias Hidrográficas dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, beneficiando Amparo, Artur Nogueira, Bom Jesus dos Perdões,Ipeúna e Nova Odessa. Estiveram presentes na cerimônia o prefeito e presidente dos Comitês PCJ, Barjas Negri (PSDB), representantes dos municípios beneficiados, do PCJ e da Caixa Econômica Federal. Os recursos a serem usados são provenientes de cobrança pelo uso da água nas Bacias PCJ (cobrança PCJ Federal) e, para a composição do valor global de cada contrato, os tomadores dos recursos das cinco cidades se comprometeram com contrapartidas que somam cerca de R$1 milhão. Barjas explicou que os investimentos são fundamentais para que a popula- ção tenha acesso a um melhor sistema de tratamento e fornecimento de água. “Foram bons projetos e uma boa contrapartida dessas cidades e, com toda a certeza, haverá bom retorno para esses municípios”, ressaltou. Segundo o diretor-presidente da Fundação Agência das Bacias PCJ, Sérgio Razera, há outros estudos que estão em andamento para melhorias no sistema hidroviá- rio. “Até o fim do ano teremos uma leva de projetos que sairão do papel”, afirmou. PIRACICABA — Durante a cerimônia, Barjas Negri disse ao JP que a construção das barragens de Pedreira e DuasPontes—que foramautorizadas e que tiveram contratos de financiamento assinados na semana passada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) — são necessárias para as demandas atuais da cidade. “Éuma questão de segurança hídrica que já vinha sido estudada e pedida há bastante tempo”, destacou

Fonte:JP 13/06